Belém e Alter do Chão Flex

Descrição

Saídas Diárias – 07 dias / 06 noites

 

Conhecida como “Pérola do Tapajós”, Santarém é a principal cidade do Oeste paraense e uma das potências do turismo no estado. Em frente à cidade, há o encontro dos rios que não se misturam: de um lado o Amazonas, com suas águas barrentas, e de outro o Tapajós, com as águas azul-esverdeadas. As águas claras do Tapajós garantem muitos quilômetros de praias exóticas, entre elas está Alter-do-Chão, “O Caribe Amazônico”.

 

1o DIA – BELÉM (TRASLADO)

Chegada em Belém. Traslado e acomodação no hotel escolhido. Restante do tempo livre.

Sugerimos passeio à Vila de Icoaraci ou Parques Ecológicos.

 

2o DIA – BELÉM (CITY TOUR E PASSEIO FLUVIAL “ORLA AO ENTARDECER”)

Hoje você fará um City Tour pela Cidade das Mangueiras, Belém do Pará. Neste passeio você conhecerá os pontos turísticos mais relevantes de nossa capital, entre eles: Basílica de Nazaré, Complexo do Ver-o-Peso (feira, mercado e doca), Complexo da Cidade Velha (Catedral Metropolitana, Igreja de Santo Alexandre, Forte do Presépio e Casa das Onze Janelas) e o Pólo Joalheiro.

 

17:00 – Apresentação no Terminal Fluvial de Passageiros, Porto Flutuante Amazon River, na

Estação das Docas para saída do passeio “Orla ao Entardecer”. Não está incluso traslado ao local de embarque, dependendo do hotel escolhido, pegue um táxi ou caminhe até lá.

 

17:30 – Embarque em barco regional, para aproveitar o entardecer, fazendo um agradável passeio fluvial pela orla de Belém. Com duração de 1h30min, a partir de nossa maior Avenida Fluvial: a Baía do Guajará, você conhecerá a orla belenense navegando pelo rio Guamá, embalado com muita música ao vivo, brincadeiras, apresentação de nossas danças folclóricas e guia acompanhante (Passeio operacionalizado diariamente, exceto às segundas-feiras). Para jantar, sugerimos as opções gastronômicas da Estação das Docas.

 

3o DIA – BELÉM (DIA LIVRE. OPCIONAL: PARQUES ECOLÓGICOS OU ILHA DE MOSQUEIRO)

Dia livre. Aproveite para fazer um de nossos passeios opcionais. No passeio Parques Ecológicos visitaremos o Museu Zôo-botânico Emilio Goeldi, Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves e o Mangal das Garças. Todos os encantos da fauna e flora amazônica pertinho de você. Maravilhe-se com um dos mais importantes ecossistemas do planeta.

No passeio a Ilha do Mosqueiro, que fica em frente à Baía do Marajó, a 80 km de Belém, a marca registrada das praias Mosqueirenses são suas águas doces, formadas pela fusão de águas de várias baias, e com ondas tão volumosas quanto as de praias oceânicas. Tempo livre para banho. Almoço não incluso. No final da tarde, retorno a Belém. Noite livre para atividades individuais.

 

4o DIA – BELÉM / SANTARÉM / ALTER DO CHÃO (TRASLADO EM BELÉM E SANTARÉM)

Em horário determinado, traslado para o aeroporto para embarque com destino a Santarém.

Chegada em Santarém e traslado para Alter do Chão, chegada e acomodação no hotel Beloalter, restante do dia livre.

Alter do Chão é uma rústica aldeia de pescadores a 35km de Santarém – a segunda maior cidade Paraense, que vira um concorrido balneário quando as águas do rio baixam e deixam à vista um cenário deslumbrante de praias de areia branca e águas transparentes.

 

5o DIA – ALTER DO CHÃO (SERRA DA PIRAOCA/ IGAPÓS E IGARAPÉS / PONTA DO CURURU)

Após o café da manhã, iniciamos a travessia do Lago Verde em lanchas (rabeta), cruzaremos o lago verde, aportaremos na principal praia de Alter do Chão (Ilha do Amor). Iniciaremos nossa caminhada em direção a Serra Piraoca, que é a principal elevação da região. Neste percurso teremos a presença da vegetação de cerrado, até começar uma subida íngreme, mas relativamente curta de aproximadamente 1 hora de caminhada, alcançaremos o topo da Serra de onde temos uma visão espetacular de 360 graus do rio Tapajós, do Lago Verde com suas baias, do rio Amazonas ao norte e Alter do Chão ao Sul. Este é um ponto de grande beleza cênica da floresta nacional do Tapajós. No retorno, novamente embarcados navegaremos com destino a uma baia do Lago Verde (Igapó do Macaco) com parte da Selva que fica submersa no período entre (Março a Agosto), a paisagem é belíssima, com possibilidade de visualização de peixes e pássaros. Entre os meses de Setembro a Fevereiro a paisagem neste igapó é completamente diferente temos os IGARAPÉS, e nascente com suas bacias de águas cristalinas, onde poderemos tomar um bom banho de igarapé. Na saída do Igapó, embarcados faremos um passeio no grandioso rio Tapajós até a Ponta do Cururu, para contemplar o pôr-do-sol, junto com os Botos Tucuxis e Cor de Rosa.

 

6o DIA – PARTIDA DE ALTER DO CHÃO (PASSEIO LAGO VERDE, PONTA DE PEDRAS E PONTA DO

JARI OU COMUNIDADE DE JAMARAQUÁ)

Escolha entre as duas opções de passeios abaixo (inclusos):

Lago Verde / Ponta de Pedras / Ponta do Jarí / saída as 08h30min com retorno previsto entre 17h30min e 18h00min. (incluso: almoço, água mineral, refrigerantes)

Após, o café da manhã início da travessia do Lago Verde em canoa canadense ou lancha com destino a uma baía com vegetação submersa. As árvores são pequenas com troncos grossos, a paisagem é belíssima, com possibilidade de visualização de peixes e observação de aves, o desembarque será numa pequena praia prosseguindo por uma trilha com destino a comunidade de Ponta de Pedras, a vegetação é composta de savana, um tipo de cerrado e floresta um destaque na trilha é a seringueira (Hevea Brasiliensis) de grande importância econômica para a Amazônia no século passado. Parada para um breve descanso, seguindo de lancha até a ponta do Jarí, um canal natural de ligação entre o rio Tapajós (águas claras) e o Amazonas (águas barrentas). A ponta do Jarí é uma área inundada e dormitório de papagaios e garças a revoada pode ser observada ao entardecer ou amanhecer, dependendo do período do ano é possível à observação dos jacarés

 

OU

 

Comunidade de Jamaraquá (incluso: almoço, água mineral, refrigerantes)

Visita a comunidade de Jamaraquá, localizada dentro da Floresta Nacional do Tapajós. A

comunidade faz parte do projeto de apoio ao manejo florestal sustentável da Amazônia, o passeio propicia ao visitante conhecimento sobre a utilização dos recursos naturais pelas populações ribeirinhas, (tradicionais). A comunidade vive da produção de farinha de mandioca, feijão e arroz para subsistência. O couro ecológico (artesanal) é a nova fonte de renda, durante a visita é possível conhecer todo processo de transformação do látex em produtos ecologicamente correto.

A comunidade de Jamaraquá é uma das menores da Floresta Nacional do Tapajós. Em 1934 nascia Belterra ou Companhia Ford Industrial do Brasil, subsidiaria da Ford Motor Company do empresário Henry Ford o projeto era transformar a região em maior produtora de látex do mundo, no entanto, algumas sementes de seringas foram levadas como contrabando para Ásia, provocou o declínio da economia. Iniciaremos uma caminhada na Selva Amazônica de mata primária (há 2 trilhas, a 1a com 02:30 de ida e volta e a 2a de 04:30), com árvores frondosas, com mais de 30 metros de altura, no retorno podemos fazer canoagem no Igapó ou Igarapé. Retorno ao hotel ou Pousada.

 

7o DIA – ALTER DO CHÃO /SANTARÉM (TRASLADO)

Em horário determinado traslado do hotel de Alter-do-chão ao aeroporto de Santarém para embarque e retorno a origem.

 

FIM DE NOSSOS SERVIÇOS

 

SERVIÇOS INCLUSOS:

BELÉM

– Traslados aeroporto/hotel/aeroporto;

– Hospedagem com café da manhã no hotel

escolhido;

– City Tour (4 horas);

– Passeio fluvial “Orla ao Entardecer”.

 

ALTER DO CHÃO

– Traslados aeroporto/Alter do Chão/aeroporto;

– Hospedagem com café da manhã no Hotel Beloalter;

– Passeio Serra da Piraoca, Igapós e Igarapés e Ponta do Cururu;

– Passeio Lago Verde, Ponta de Pedras e Ponta do Jari ou Comunidade de Jamaraquá com

almoço incluso.

 

OBSERVAÇÕES:

– Caso o dia programado no roteiro para o passeio fluvial Orla de Belém ao Entardecer, seja uma segunda-feira, o mesmo será transferido para o dia seguinte.

 

– Os traslados de ida e volta para a Estação das Docas não estão incluídos nos pacotes, em função das proximidades dos hotéis oferecidos no programa e, pelo fato do visitante poder usufruir dos atrativos desse complexo turístico, como restaurantes, bares e lojas de artesanatos, antes ou depois dos passeios fluviais previstos.

 

– As atrações turísticas administradas pelo Governo do Estado do Pará, não são abertas à visitação pública às segundas-feiras, neste caso será realizado um “city tour” panorâmico.

 

– A Valeverde Turismo, reserva-se o direito de alterar a ordem da programação e horários, caso necessário.

 

– Em Alter-do-Chão: Nos passeios os barcos poderão ficar ancorado em lugar seguro e abrigados, podendo ocorrer atrasos, caso os rios Tapajós, Amazonas ou Arapiuns estejam agitados ou com tempestades, por motivo de segurança, navegaremos somente depois da avaliação do tempo dos comandantes e condutores guias.

 

– Não estão inclusos os ingressos para museus e atrações visitadas durante os passeios deste roteiro.

FORMAS DE PAGAMENTO:

À vista;

Entrada de 30% + 3 vezes no cartão de crédito;

Condições Gerais

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Belém e Alter do Chão Flex”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *